Associação entre osso autógeno e material heterógeno como forma de otimização de resultado em enxertia óssea: relato de caso

Association between autogenous bone and heterogeneous material as a way to optimize bone grafting results: case report

Claudio Ferreira NÓIA Professor, UNIARARAS/SP e CIODONTO/RO.
José Marcelo Vargas PINTO Especialista em CTBMF, UFPR. Professor, Faculdade São Lucas.
Bruno Costa Martins de SÁ Mestre em Implantodontia, ILAPEO. Professor, curso de Especialização em Implantodontia, CIODONTO/RO.
Paulo Hemerson de MORAES Doutor e Pós-doutorando em CTBMF, UNICAMP.
Rafael Ortega LOPES Doutor em CTBMF, UNICAMP. Professor, curso de Aperfeiçoamento em Implantodontia, APCD-Piracicaba.

INSTAGRAMFACEBOOK

Resumo

ainda nos dias atuais, a reabilitação de regiões que apresentam tecido ósseo insuficiente para instalação de implantes dentários permanece um grande desafio ao cirurgião. Nesse sentido, a associação de enxerto autógeno e material heterógeno é reportada na literatura como uma opção viável e previsível, com a capacidade de readequar esses rebordos, tornando-os aptos a receber implantes. Objetivo: o objetivo do presente trabalho é relatar o caso clínico de um paciente que procurou reabilitação com implantes dentários para a região anterossuperior, mas cujas avaliações clínica e radiográfica evidenciaram atrofia do rebordo alveolar. Métodos: diante disso, o paciente foi orientado e submetido à reconstrução óssea da região, por meio da remoção de enxerto do mento. Após a remoção do enxerto, esse foi adaptado e fixado à região receptora em associação com material heterógeno e membrana de colágeno reabsorvível. Decorrido cinco meses da cirurgia de enxerto, foi realizada a instalação dos implantes dentários na região, sendo possível observar a excelente incorporação do enxerto e praticamente a ausência de reabsorção do osso autógeno. Conclusão: podemos afirmar que a associação entre osso autógeno e heterógeno mostrou-se uma opção previsível, com pouca ou nenhuma reabsorção, possibilitando a instalação de implantes em posições e proporções adequadas.

Share This